Blog do Sarico

Doação de órgãos


O vereador Márcio Paulus (PP) entrou recentemente com projeto de lei (002/2021), na Câmara de Vereadores de Tapera (RS), sugerindo ao governo municipal a criação da Semana Municipal de Incentivo à Doação de Órgãos, para ser incluída no calendário oficial do município e realizada anualmente, sob a batuta da Secretaria Municipal de Saúde.

A ideia é sensibilizar os taperenses sobre a importância da doação de órgãos.

A matéria, que está em poder da comissão permanente para apreciação, deverá ser votada pelos vereadores em breve.

A propósito. Você já pensou no assunto? E já conversou a respeito com seus familiares? Daqui a pouco é você ou um dos seus quem precisará de um transplante.

Pense nisso.

Projeto duvidoso


Esse projeto que o treinador do Inter e sua direção montaram com o objetivo de criar uma equipe vencedora surtirá efeito quando? E enquanto isso não acontecer nós colorados continuaremos vendo fiascos como este de ontem lá em Fortaleza (CE)?

Trouxeram o espanhol para ensinar. Mas, ensinar o quê?

A paciência acabou. Chega de amadorismo num clube grande e vencedor.

Frase do Dia


“A nossa vida é pautada pelo que acontece ao nosso redor, mas são as nossas escolhas que definem quem nós somos. ”

Desconheço a autoria, mas é bem isso aí. E na dúvida, faça sempre o certo.

Latidos na madrugada


Numa manhã dessas, ainda de madrugada, estava na redação do JEAContece colocando sua primeira edição na rede, quando dois cães começaram a latir na praça central, certamente provocados por algum bicho ou alguma pessoa que por lá passou. E os latidos se prolongaram até que me estressei com eles e fui até a sacada e dei um grito alto para que parassem. Os cães pararam, mas em seguida recomeçaram.

Com os latidos me lembrei da quantidade de cães perambulando pelas ruas e também do Castramóvel, que está estacionado no pátio da Secretaria de Obras. Enfim, o que o governo municipal pretende fazer com aquele equipamento? Sim, por que receber algo e não fazer uso dele, não faz sentido algum. É como ganhar um tênis novo e deixá-lo na caixa.

Ou se usa o castramóvel, ou doem ele para algum município que queira fazer uso do mesmo ou ainda o devolvam ao deputado que o mandou para cá.

Outra coisa. Qualquer pessoa pode ter cachorro em casa, dentro ou fora dela, mas ele não pode incomodar a vizinhança com latidos incessantes na madrugada. Isso é cruel.

Quebra-molas


Estão enchendo a cidade de Tapera (RS) de quebra-molas. Por que não aproveitam e constroem um na Rua Rui Barbosa, próximo ao Hospital ou à Igreja Matriz? Os veículos passam naquela via em altíssima velocidade colocando em risco as pessoas.

Além dos pedestres, os próprios motoristas se colocam em risco por ter de colocar metade do seu carro na rua para poder ver se poderão ou não prosseguir.

Fica a dica.

A terceira via não decola


Eu tenho acompanhado alguns blogs especializados em política, de todas as tendências, e também sites de notícias, para saber sobre pesquisas eleitorais para presidente no ano que vem. E a conclusão a que cheguei é que grande percentual quer Bolsonaro ou Lula. Por outro lado, a rejeição a ambos é grande. Como é isso?

Como é que um grupo quer um nome ou outro e ao mesmo tempo os rejeita? E como outro grupo não encontra um nome para enfrentar os dois principais antagonistas da atualidade?

Alguém consegue explicar esse fenômeno? Sim, por que para mim, pesquisa indica nomes e o seu percentual com uma rejeição pequena. Isso seria o normal. Mas, não está sendo.

Nestas pesquisas e notícias ainda, percebi que uma significativa parcela do eleitorado deseja uma terceira via, um terceiro nome, mas não se decide por um. Esse grupo, se não se decidir por alguém, vai pulverizar seu voto em quatro ou cinco candidatos, “matando” todos eles.

Vai ser bem interessante a próxima eleição presidencial no Brasil.

A fome no Brasil


Pesquisa apontou que 19 milhões de pessoas passaram fome no Brasil, em 2020.

A fome é o maior pesadelo que existe. Ninguém, nenhuma pessoa ou família, deveria passar por isso. E num mundo como este em que vivemos, com toda esta tecnologia disponível e a alta produção de alimentos, é inconcebível que pessoas sofram com a fome.

Isso quer dizer que os governos do Brasil, de antes e de agora, mesmo que tenham direcionado dinheiro à população mais carente, através de bolsa, auxílio ou outro nome qualquer, não fizeram direito o seu dever de casa. No quesito social eles foram reprovados.

Momento Inter


A direção do Inter, tentando justificar o mau momento da equipe, diz estar aguardando o projeto do treinador dar certo para se chegar a um momento vitorioso, inclusive bancando a permanência dele no Beira-Rio. Só que a torcida não quer saber de amanhã. Ela quer para hoje, para já.

A torcida vermelha, que está cansada dos equívocos do técnico, não está disposta a trilhar o tortuoso e perigoso caminho desenhado por um futebol que não convence, e sente saudades do Abelão, que tinha este mesmo grupo nas mãos e fazia ele jogar. Com resultados.

Simples assim.

A coisa não envermelhou no Inter por que não há torcida nos jogos, pois se tivesse a direção repensaria seu projeto, com toda certeza, pois quando o estádio ruge é preciso mudar. É assim no futebol.

Este time do Inter não assusta mais ninguém. Aliás, o momento colorado lembra a música “Plunct plact zum”, do Raul Seixas: não vai a lugar nenhum.

Circo


Essa CPI da Covid, no Senado, é um grande circo, onde a estrela maior da companhia é Renan Calheiros (MDB-AL), como se ele fosse um exemplo da moral e da ética. Ainda bem que aqui no garrão do Brasil não criamos “artistas” deste naipe e de outros mais que temos no Planalto Central. E tem cada um lá…

A CPI está mais preocupada em pegar do que em apurar. Acredito que a questão Covid deva ser investigada, sim, pois há muito o que ser esclarecido e a verdade deverá aparecer. Porém, os senadores não deixam o(a) convocado(a) falar ou concluir uma resposta que já enfiam outra pergunta na goela dele(a), numa clara intenção de atingir alguém. E todos nós sabemos quem.

Isso não é uma CPI, mas um tribunal da inquisição.

E tudo isso acabará quando o Bolsonaro direcionar recursos, um montão deles, diga-se de passagem, para o Centrão, onde se encontram MDB, Progressista, DEM, PSDB, PTB, Solidariedade, PRB, PSD, PR, Podemos, Pros e Avante. Todos altamente preocupados com o Brasil e com os brasileiros.

Eleição na ACIT


A Associação Comercial e Industrial de Tapera (ACIT) vai eleger sua nova diretoria. Será no próximo dia 16, às 19h, no Instituto Profissionalizante Cônego Bento, no antigo Seminário.

Pelo que soube, por enquanto, não tem um nome oficial para substituir Zaira Anghinoni, mas soube também que a entidade apresentará uma chapa aos associados ainda nesta semana.

Quem pegará a ACIT? A Zaira me confidenciou que seu período à frente da Associação está chegando ao fim, e que deu a sua parcela de contribuição a ela e seus associados por seis anos. Poderá colaborar, mas não no comando.

A ACIT não pode parar, principalmente neste momento delicado por que passam comércio e indústria por conta da pandemia.

Um nome é cogitado para assumir a ACIT com total apoio do atual grupo diretivo. Vamos ver se a previsão se confirma.