Blog do Sarico

Dunga


Dunga 1Dunga chega à CBF para viver um segundo tempo. E vem dureza ai.

O capitão do Tetra, que não é uma unanimidade nacional, chega sob enorme pressão: perdeu uma Copa do Mundo (2010), é turrão, não se dá com a imprensa e, o que é pior, é gaúcho. É mais um. Rio e São Paulo, que exercem enorme pressão e influência na CBF, não deixarão barata a coisa e passarão o tempo todo desconfiando do homem de ijuí. E pressionando-o, também.

Acho que, para dar certo na Seleção, Dunga terá, em primeiríssimo lugar, controlar o seu humor, pois é um caminhão carregado de dinamite, que explode com o mínimo atrito.

Sua chegada à Seleção, após deixar de ganhar quase três vezes mais na Venezuela, deve ter algum plus considerável, como um longo período de tempo. Nós sabemos que o projeto de 12 anos da Alemanha para voltar a vencer não daria certo aqui no Brasil, pois queremos tudo para ontem. Então, o capitão chega com um projeto de 4 anos ou talvez de 8. Veremos.

E se houver um projeto para o Hexa, na Rússia ou no Catar, ele começará a ser desenvolvido imediatamente. Já nos próximos amistosos o Brasil começará a mostrar a sua verdadeira face. O seu verdadeiro futebol. Afinal, as mudanças feitas foram profundas e a pressão nacional foi gigantesca.

E no Brasil não tem mistério e não tem nada dessa coisa de “revolucionar” o futebol. O Brasil tem algo que os outros países não têm: talento. Nossos jogadores nascem com ele no seu DNA. Assim, Dunga só terá de convocar gente boa onde todos defendem, armem, ataquem e vençam. É isso o futebol moderno. O resto é conversa fiada, de quem quer parecer diferente. Ou moderno, como falam na TV.

Se Dunga estivesse no banco contra a Alemanha, o Brasil jamais tomaria 7, primeiro, porque o time seria outro, na convocação e no jogo. E, se a coisa não funcionasse, ele iria para a beira do gramado e xingaria seus comandados. Dunga é assim. E tem mais. Com ele haveria mais treinamento e menos oba-oba na concentração.

O futebol brasileiro moderno, que precisa evoluir, precisa apenas de comando firme, com foco no título e grupo longe das luzes da mídia. E Dunga sabe bem como fazê-lo.

Mas, se Dunga está chegando é por que vai vencer. A vida não dá uma segunda chance a todo mundo. Só a quem trabalha muito. Dunga caiu em 1990 e se levantou em 1994. Lembram? Assim, se ele levantar o Hexa, não estranhem, pois turrão tem estrela.

E não se surpreendam se em 2014 ou 2018 o mundo começar a falar bem do futebol brasileiro novamente e de sua “evolução”. O futebol, assim como a vida, é momento e bom aproveitamento dele.

Intercomunidades


Intercomunidades 1O Campeonato Intercomunidades de Futsal de Tapera está cancelado. Não sai mais neste ano. Mesmo que o Departamento Municipal do Desporto e Lazer (DMDL) queira dar um tempo às comunidades para que repensem sobre o veto à participação da Vila Paz no certame, ele não acontecerá, o que é uma pena, pois levava grande público aos pavilhões comunitários interioranos, inclusive famílias inteiras.

Conversando com alguns moradores do interior, ninguém está disposto a participar do Intercomunidades neste ano. As comunidades não querem a Vila Paz no campeonato e ponto final. Estão irredutíveis.

À Administração Municipal cabe agora gerenciar esse estresse que terá desdobramento no ano que vem e nos próximos, também.

Não sei o que pensa, nem o que fará neste caso o pessoal da Vila Paz, que não é área urbana, pois sendo o 2º distrito do município, é interior. E não estando no perímetro urbano, não é bairro.

Houve muitos comentários aqui, alguns plausíveis e outros pesados (impublicáveis), mas digo uma coisa: é uma pena que um campeonato bonito como este, que estava sendo um espelho para a região, tenha paralisado por questões que não estão muito claras, nem aceitáveis nos dias atuais. Perdem as comunidades que não terão o seu campeonato e perde a Vila Paz que está proibida de participar de um evento municipal e que é seu também.

Por que é que as coisas têm de ser assim?

Tomei algumas “pedradas” nos comentários, mas continuo pensando que a Vila Paz poderia participar do Intercomunidades, o que é um direito seu, e ajudaria a abrilhantá-lo ainda mais.

Mal estacionado


Mal estacionado 1Leitor atento, descendo a Avenida XV de Novembro, na tarde da última segunda-feira (21/07), por volta de 14h30min, em frente ao antigo Curtume, flagrou este carro estacionado em frente ao hidrante. Na calçada, além da pintura alertando os motoristas sobre a proibição de se estacionar naquele local, existe ainda uma placa comunicando sobre a proibição. Se o caminhão do Corpo de Bombeiros necessitasse do hidrante, para carregá-lo para poder atender a um sinistro, teria problemas.

O leitor não sabe se o proprietário do referido carro foi multado.

Invejando por não ter o que você tem


Invejando por não ter o que você tem 1Um morador fez um jardim no terraço do seu apartamento. Na reunião do condomínio, disseram que as raízes podiam afetar a estrutura da construção e as trepadeiras iriam enferrujar a grade. Ele foi obrigado a destruir o seu jardim. Um amigo seu comentou:
- O problema não era o jardim. Os outros moradores se sentiram frustrados por não terem um igual. Preferiram continuar vendo a paisagem cinza das janelas de suas salas a um jardim que não lhes pertence.

SOS Liga


SOS Liga 1Há alguns dias, estive no Clube Aliança, na reunião da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Tapera (LFCCT) que elegeu Bete Castro, como sua nova presidente.

Na prestação de contas, ficou claro que a Liga fecha os seus meses no limite e as contas são fechadas com a boa ajuda da população, com suas doações que dão origem aos briques de inverno e verão, que a mantém. É importante lembrar que a Liga não recebe um centavo do poder público para realizar o seu belo e importante trabalho: atender a 39 pessoas portadoras de câncer, dando-lhes condições para que passem pela doença com dignidade e força e assim dar a volta por cima.

O trabalho que a Liga faz aqui em Tapera eu presenciei dentro da minha casa, com a minha irmã. A Liga precisa de mais gente para ajudar no seu trabalho e também nas doações. Merece todo o apoio da comunidade. De toda ela.

Profissões em extinção


Profissões em extinção 1Por conta das novas tecnologias que estão ai, e as que ainda virão, a consultoria americana CareerCast realizou levantamento de algumas profissões que desaparecerão nos próximos anos – até 2022: 1º carteiro (e-mail), 2º agricultor, 3º leitor de medidores, 4º repórter de jornal, 5º agente de viagens, 6º lenhador (consciência ecológica), 7º comissário de bordo, 8º operador de furadeira, 9º assistente de impressão e 10º cobrador/analista de tributos.

Muitos destes profissionais desaparecerão por conta da internet e todas as suas vantagens. Mas, e o agricultor, quem produz alimentos? E quem realizará seu trabalho? A comida, por acaso, cairá do céu? Essa eu quero ver.

Entre os melhores


Vinhos de sucesso 1Três vinhos produzidos no Brasil integram o ranking dos 100 melhores do mundo realizado pela Associação Mundial de Jornalistas e Escritores de Vinhos e Licores (WAWWJ).

Na lista, que leva em consideração 74 concursos da bebida em todo o globo, o 56º lugar foi do espumante moscatel da Aurora, seguido pelo Reserva Merlot 2011 (65º), da mesma marca. Já a posição de número 97 ficou com o espumante moscatel da Cooperativa Vinícola Garibaldi.

Na liderança, aparecem a champanhe francesa Charles Heidsieck Blanc des Millénaires 1995, da bodega Vranken Pommery Monopole Heidsieck, seguida do argentino Zemlia Himno Malbec Bicentenario 2010, da Bodega Zemlia de Las Casuarinas, e o australiano Taylors St Andrews Shiraz Clare Valley 2010, da Taylors / Wakefield Wines Pty.

Fim do sonho


Fim do sonho 1Agora que acabou a Copa do Mundo no Brasil e o sonho do Hexa, de quem foi a culpa pela derrocada da Seleção Brasileira? Eu acho que de todos: da CBF, do Felipão, dos jogadores e da Globo que, com o excesso de exposição dos jogadores, os contaminou. Aqueles meninos ficaram vislumbrados com tanta luz. Tomara que em 2018, na Rússia, a emissora não repita o mesmo erro, pois o que foi feito neste ano foi lamentável, constrangedor e vergonhoso.

E que o Galvão Bueno não esteja mais no comando do microfone.

Só um


Só um 1Segundo o cartório da 109ª Zona Eleitoral de Tapera, que engloba ainda os municípios de Selbach, Colorado e Lagoa dos Três Cantos, a ZE tem apenas um candidato na eleição de outubro. É o vereador selbachense Roque José Naumann, que concorrerá a deputado estadual pelo PP.

Mas, na região do Alto Jacuí e da Serra do Botucaraí, ao que parece, tem quase uma dezena de candidatos. Depois, quando sair a relação oficial, eu falo mais.