Blog do Sarico

Atendimento


Atendimento 1As Associações Comerciais e Industriais, em parceria com o Sebrae, constantemente realizam cursos com o objetivo de auxiliar seus associados a melhorar seu desempenho comercial, as vendas, mas a participação destas não chega a ser a desejada. Num primeiro momento, parece não ser importante o tema, mas o atendimento é a ferramenta mais importante na venda de qualquer produto.

O atendimento ao cliente é tão importante que, quando uma empresa contrata alguém, que falará em seu nome, que a representará, além do visual, que é importante, pois é preciso passar boa impressão ao cliente, a extroversão e a comunicação do candidato são avaliadas ao máximo pelo responsável pela contratação, orientado pela direção. E a cartilha das empresas é bem clara quanto a isso.

Mas, como será que está o atendimento nas empresas? Está bom? Não está? Será que os proprietários sabem como seu pessoal está atendendo a clientela? E sabe o que as pessoas pensam da sua empresa por conta disso?

Bem que o empresariado poderia se reunir e, com o apoio da Associação Comercial de sua cidade, contratar alguém, um cliente oculto, para “visitar” as empresas secretamente, se fazendo passar por cliente, para levantar como está o atendimento nestas. Depois, de posse do resultado, o empresário tomaria as providências necessárias para melhorar para ele, o funcionário, o cliente e o município. O empresário veria ainda como está a sua empresa na “foto”.

O cliente oculto poderia ver ainda como está a exposição dos produtos, a fachada do prédio, a decoração, a vitrine, a iluminação, entre outras coisas. Nos grandes centros os lojistas descobriram essa ferramenta e estão colhendo frutos com ela. É só elogios.

No caso de Tapera o atendimento é bom em algumas empresas, mas em outras poderia melhorar. Seguidamente ouço queixas do atendimento prestado por algumas empresas locais. Quem vende precisa ter paciência, disposição, diplomacia e sorriso largo e permanente, mesmo que quem esteja na frente do balcão seja o maior chato da cidade, por que este chato tem dinheiro e consome. E havendo consumo há empregos, salários e comissões, ganhos, progresso e desenvolvimento. Há vida na cidade.

Quem vende precisa encantar o cliente, tratando-o bem, com bons produtos para torná-lo fiel, por que cliente fiel retorna, inconscientemente. Todo cliente consome, mas também valoriza o seu dinheirinho.

Lixo


Lixo 1Ontem o lixo não foi recolhido em Tapera e a cidade ficou uma coisa. Na minha região, nesta manhã, muito cedo, foi possível ver grande quantidade de sacolas de supermercados rasgadas espalhadas pelas ruas e calçadas, após terem sido violadas por cachorros e gatos durante à noite. Uma péssima imagem. Peguei o carro e dei uma volta pela cidade para ver se o problema era só na minha região, mas constatei que foi geral: não houve recolhimento do lixo nesta terça-feira. E o pior de tudo é que, saco rasgado, o que fica no chão não é recolhido pela equipe de coleta e tudo fica onde está a espera da chuva para ser levado para a sarjeta para depois entupir os bueiros pela cidade.

O lixo, por si só, é um sério problema a ser resolvido pelos municípios no mundo todo, e que piora se não for recolhido diariamente.

O lixo já foi recolhido.

Troco


Troco 1Estão dizendo que o mensalão é troco perto do petrolão, do que levaram da Petrobras. Esperem só para ver. Dizem que os valores superam o PIB de muitos países. E o Brasil espera que os figurões envolvidos, os graúdos, também sejam pegos. E tem muitos pelo visto.

Nada a ver com prospecção de petróleo, mas o tamanho do rombo que os ratos fizeram na maior e mais charmosa empresa brasileira.

Falando em prospecção, daqui a pouco, nem todo o petróleo retirado do solo, ou mesmo do pré-sal, será suficiente para pagar a conta da “Petrobrax”.

Uma última coisa. Quantos milhões ou bilhões a Petrobras está perdendo com toda essa “ação” negativa?

Contatos na rede


Contatos na rede 1Tem gente que se gaba por ter um considerável círculo de “amigos” nas redes sociais e tem isso como um troféu. Pois, um australiano resolveu convidar seus mais de 3 mil contatos para um café da manhã em sua cidade. Apareceram menos de 50. Uma jornalista gaúcha, radicada no Rio de Janeiro, desafiada por Fátima Bernardes, resolveu convidar seus 1.200 contatos para um encontro. Apareceram 12 deles.

Na verdade, as “amizades” na rede podem ser internacionais, nacionais, estaduais, regionais ou mesmo municipais o que dificulta a aproximação. Por outro lado, isso prova que amizade é uma coisa e contato é outra. Temos alguns amigos e muitos conhecidos.

Faça o teste.

Professor Marins e o futuro


Professor Marins e o futuro 1No último dia 12, em Tapera, a Sicredi Integração Rota das Terras RS, juntamente com as associações comerciais e industriais de Tapera, Selbach, Colorado e Lagoa dos Três Cantos, ofereceu palestra com o Professor Marins, um dos maiores palestrantes e consultores do Brasil, reconhecido internacionalmente.

Estive no Tenarião e acompanhei a palestra, cujas quase 2 horas passaram rapidamente. Ouvi muita coisa interessante, especialmente expectativa quanto ao futuro do Brasil e do mundo. As informações que julguei mais importantes eu anotei:

BRASIL – Segundo o Banco Mundial, o País é hoje a 6ª economia do planeta. Em 2016, será a 5ª, e em 2040, será a 4ª, atrás apenas de China, Estados Unidos e Índia, ficando a frente de nações poderosas como Alemanha, Japão, Inglaterra, França, Itália e outras. Que tal?

Professor Marins, que não falou em política ou responsabilidades, centrou-se sempre em dados concretos, com fundamento, disse que está na hora de o Brasil deixar de ser terceiro mundista e começar a pensar e a agir como País grande, onde se pensa em tudo.

POTENCIAS – Segundo ele, os países que serão a locomotiva que puxará o mundo daqui a pouco, integrarão o chamado BIITC, bloco formado por Brasil, Índia, Indonésia, Turquia e China.

AGRICULTURA – O Brasil possui 400 milhões de hectares agricultáveis, mas usa apenas 60 milhões, 15% do total. Como a população mundial cresce assustadoramente a cada ano, o País começa a ocupar seu espaço como celeiro do planeta.

O Brasil é mais competente que os EUA na produção de soja, mas perde para ele fora da propriedade, por uma série de fatores: leis arcaicas, impostos excessivos e caros, falta de infraestrutura, logística ineficiente, entre outros.

Por tudo isso e pela quantidade de água que possui é que o Brasil é considerado o País do futuro e todo mundo quer vir para cá, principalmente investidores que são essenciais para tocar o desenvolvimento de um, conforme Marins.

RIO GRANDE DO SUL – Mesmo em apuros, se fosse um País, o Estado seria a 53ª economia do mundo pelo seu PIB (Produto Interno Bruto), superando muitas nações sul-americanas. São Paulo seria o 17º. Existem hoje no mundo 193 países, segundo a ONU.

CLASSE MÉDIA – O Brasil possui 67,5 milhões de pessoas – 33% – na classe média. A população é maior que as populações de Argentina, Chile e Portugal, juntos. E toda essa gente tem dinheiro e consome muito, principalmente na cidade onde vive.

EDUCAÇÃO – A Educação passada às nossas crianças atualmente fica “velha” em seis meses. O volume de informações é tanto que o mundo se transforma a cada semestre. E o pior é que nossas crianças não estão sendo preparadas para o que virá. O problema é que todo mundo sabe disso, inclusive o governo, mas ninguém faz nada para mudar.

Para se ter uma ideia disso, tudo que se sabia em 1965 cabia dentro de um computador que era do tamanho de um prédio de três andares. Hoje, tudo isso cabe em um pendrive. E daqui a alguns anos caberá em uma célula.

TRABALHO – As empresas não devem se queixar que não conseguem gente boa para trabalhar. Elas devem recrutar pessoas e treiná-las. É mais garantido, pois quem é bom no que faz já está empregado e dificilmente sairá do seu emprego. O negócio é criar bons profissionais.

ATENDIMENTO – É o carro chefe de uma venda e razão maior das empresas. Pesquisa feita apontou que o que mais prejudica uma venda é: 1º atendimento, 2º não cumprimento de promessa, 3º qualidade dos produtos, 4º preços, 5º marcas famosas e 6º publicidade. O que importa, segundo Martins, são os três primeiros: atendimento, cumprimento do prometido e qualidade do produto. Isso fideliza um cliente. Preço não.

E o que irrita o cliente, segundo a mesma pesquisa: 1º mau atendimento, 2º não cumprimento de promessa, 3º arrogância do empresário e dos funcionários, 4º falta de qualidade dos produtos e 5º demora no atendimento e na entrega. Marins também diz que o que importa são os três primeiros: atendimento, promessa e arrogância. Ele esqueceu de colocar na pesquisa a má vontade dos funcionários durante o atendimento.

Conforme Marins ainda, para se ter um cliente fiel a empresa deverá falar sempre a verdade, cumprir o que prometeu e dar-lhe atenção após a venda. Um cliente, mesmo sendo estranho, precisa ser tratado como se fosse um amigo de longa data.

Concluindo, o palestrante disse que é preciso saber esperar e ser competente naquilo que se faz. Não é preciso ser o melhor nele, mas ser bom na sua atividade. Disciplina e vontade fazem a diferença na vida de uma pessoa, assim como deixar a zona de conforto e acreditar no seu potencial.

Sintetizando tudo o que o Professor Marins disse: as pessoas e as empresas são responsáveis pelo seu futuro, bastando para isso ter foco (no sonho), disciplina, mente aberta para mudanças e força de vontade para agir. O resto é consequência.

Muitas empresas e funcionários deveriam ter ido à palestra. Para o seu bem.

A Saúde em Tapera


A Saúde em Tapera 1Anualmente, faço um check up para ver como anda o cadáver. Em tempos de planos de saúde caríssimos pelo que oferecessem, resolvi fazê-lo pelo sistema municipal de saúde. Fui, então, até a Unidade de Saúde da Zona Sul, ao qual minha região pertence, e requisitei os exames. Todos eles. Ficou então marcado que faria um deles na US Dona Borja, na Vila Brasília, e a coleta de sangue se daria no CAIS, no Centro, onde após um laboratório da cidade realizaria todo o trabalho.

Em algumas semanas estava eu com os exames em mãos, pronto para mostrá-los a um médico. Em determinado dia fui até ele para lhe mostrar o resultado. O médico me disse que não me daria remédio, por que os números não eram alarmantes, mas pediu-me que controlasse a alimentação e me sugeriu dar uma (boa) olhada no peso, no que tive de concordar com ele. Existe três pessoas que não devemos jamais questionar: padre, amigo teimoso e médico. Saí da US feliz da vida, mas com uma pulga atrás da orelha: perder peso. Mas, isso é outro assunto, pois a conversa é sobre a Saúde em Tapera.

Resumindo, a Saúde no município é boa e funciona e não existem motivos para queixas. O único problema seu, para não dizer que está 100%, é a demora para a realização da consulta e a entrega do resultado. No mais tudo bem. O atendimento do pessoal na US Zona Sul é muito bom. Não sei como seria num caso de emergência, mas ai a Secretaria Municipal de Saúde deve ter outra recomendação quanto ao tempo.

Será que o que acontece em Tapera, na Saúde, acontece nos demais municípios da região? Os taperenses são privilegiados pela Saúde que tem. Só que o seguinte. Manter toda esta estrutura funcionando e bem consome muito dinheiro do nosso orçamento e precisa ser utilizado com consciência e sabedoria, sem abuso e desperdício, por que ele é bancado por nós mesmos, então…

Baita exemplo


Baita exemplo 1A Brigada Militar de Passo Fundo, com o apoio de empresas parceiras locais, promoveu no sábado um Baile de Debutantes para 16 meninas carentes daquele município. Foi um festão, conforme mostraram na TV. A BM, nossa centenária parceira amiga e querida, somou preciosos pontos junta à comunidade passo-fundense e estadual. Fez bonito.

Paulão


Paulão 1O zagueiro do Inter fez um golaço na vitória do Inter contra o “grande” Goiás, neste domingo, no Beira-Rio. E ele não comemorou o gol e ainda se negou a dar entrevista para a imprensa, após o jogo. Ora, bolas. Será que ele ficou magoado com ela por que vem dizendo que ele não está jogando bolhufas? E ela está errada? Não está. Agora, por outro lado, a imprensa gaúcha é um baita pé no saco. Dunga têm razão.

E o Inter, hein? Com esse time pensam que vão aonde? Com ele terá três partidas certas na Libertadores 2015. Se chegar nela, claro.

Enart


ENART 1O Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart), realizado neste final de semana, em Santa Cruz do Sul, em sua 29ª edição, teve como grande vencedor um CTG de Cachoeirinha, que o faturou pela quinta vez. Não sou ligado ao tradicionalismo, mas vendo o evento na TV chamou minha atenção a beleza das vestimentas e as apresentações das entidades, com altas produções. O Enart virou um show como o Carnaval e disputá-lo apenas com dança é apenas participar dele.