Blog do Sarico

Comando na Câmara


A coligação MDB/PP tem ampla maioria na Câmara de Vereadores de Tapera (RS), com o PP tendo 4 cadeiras e o MDB 2. A oposição, com 3 – PTB 2 e PDT 1, terá pouco poder de fogo na Casa nos próximos 4 anos, mas será importante na 17ª legislatura.

MDB e PP, que venceram a eleição para prefeito, deverão manter a parceria também no Legislativo. Assim, a presidência da Câmara deveria ser dividida entre os dois partidos. O esperado seria isso, com dois anos para cada um, mas a coisa poderá não ser assim. Soube que o PP, por ter o dobro de cadeiras, pensa em ficar com 3 anos no comando e dar 1 ao MDB. Também, que nestes três anos todos os progressistas comandariam a Câmara por um período, como foi feito neste ano.

O PP tem Márcio Paulus (422) e Pipe Santos (348), os mais votados, e ainda Solange Goettems (255) e Vandinho Valente (253). O MDB, por sua vez, tem Vanize (274) e Krapa (236). A presidência do Legislativo taperense vai para a mesa de negociação ainda neste ano.

Já ouvi falar que a coligação poderá mexer na configuração da Câmara, tentando levar algum eleito para a Prefeitura e assim abrindo espaço para quem não se elegeu. Tirando o Pipe, que é veterano na Casa, será que os três novatos trocariam o Legislativo pelo Executivo? O vencimento na Prefeitura é maior, mas lá não tem holofotes, poder e independência.

Ouvi que a Solange poderia assumir a Secretaria de Educação e assim abrir espaço na Câmara, mas pelo que estou sabendo ela deseja cumprir seu mandato como vereadora honrando os votos recebidos, especialmente das mulheres, que se colocaram ao seu lado neste ano e apostam nela. E confiança se conquista.

Em Tapera, o MDB comanda o Executivo e o PP o Legislativo.

Enfim, o tabuleiro foi colocado sobre a mesa e as peças postadas sobre ele. Agora é torcer para que a coligação faça o que tem de fazer e que vá até o final, por que em 2024 o jogo será outro e quem aparecer mais e melhor vai para a vitrine.

Violência desnecessária


Sobre essa morte no Carrefour em Porto Alegre. O fato ganhou dimensões mundiais e também política e racial no Brasil, de norte a sul. Não quero entrar no mérito da questão, mas o homem precisava ser morto? Mesmo tendo ficha criminal e não se sabendo, ao certo, o que provocou a confusão que acabou culminando no seu óbito, será que está certo isso? Nada no mundo justifica uma morte assim. A meu ver, o cara deveria ter sido imobilizado e retirado do local. Simples assim, ainda mais que estavam em três contra um.

Fico imaginando que tipo de preparo tem esses profissionais da segurança. E quem os instrui? O mercado, que contrata os serviços da empresa de segurança, ou ela própria?

Enfim, segurança não pode ser só “massa muscular”.

As 21 profissões do futuro


Com o advento da internet, a tecnologia deverá ditar as alterações também no mercado de trabalho. Um estudo realizado pela multinacional Cognizant definiu o futuro do mercado, com uma lista de 21 profissões, que nos próximos anos devem movimentar as agências de recursos humanos.

Saiba quais são essas profissões:

1. INVESTIGADOR DE DADOS: Assíduo analista de dados, profissional precisará interpretá-los da melhor maneira possível. Além disso, deve ser curioso, analítico e multitarefa.

2. FACILITADOR DE TI: Profissional vai gerar flexibilidade para os usuários com o uso de aplicativos e infraestrutura, desenvolvidos dentro da empresa ou em ambientes de nuvem.

3. GERENTE DE ÉTICA: Investiga, acompanha, negocia e faz acordos sobre o fornecimento de produtos e serviços, para garantir o alinhamento nos contratos relacionados a questões éticas de um público estratégico.

4. GERENTE DE NEGÓCIO EM IA: O trabalho será próximo a áreas de vendas, marketing e sócios no segmento de inteligência artificial.

5. ESPECIALISTA EM EDGE COMPUTING: A computação em nuvem está gradualmente abrindo caminho para a próxima grande evolução, a edge computing, que desencadeia o potencial de dispositivos de hardware conectados e os descentraliza.

6. WALKER-TALKER: O profissional será responsável por passar um tempo com os clientes, e sua principal atividade vai ser prestar atenção no que eles dizem.

7. CONSULTOR FITNESS: Profissional responsável por motivar a atividade física, melhorar a nutrição e fazer com que o indivíduo adote um estilo de vida mais saudável.

8. TÉCNICO EM SAÚDE INFORMATIZADA: Responsável por examinar, diagnosticar, administrar e prescrever tratamentos para pacientes com o auxílio da inteligência artificial e de médicos acessíveis remotamente.

9. ANALISTA DE CIDADES CIBERNÉTICAS: Profissional deverá trabalhar com informações que incluam dados dos cidadãos e dos recursos dos municípios.

10. DIRETOR DE GENOMA: Profissional vai criar e executar uma estratégia para aumentar o portfólio de produtos que envolvam a ciência da vida.

11. GERENTE DE MAN-MACHINE: Profissional trabalha na colaboração entre homem e a máquina, responsável pela identificação de tarefas, processos, sistemas e experiências que possam ser melhorados com a tecnologia.

12. COACH DE SAÚDE FINANCEIRA: O profissional terá a função de um coach, e vai orientar sobre questões financeiras, os melhores investimentos e aplicações.

13. ALFAIATE DIGITAL: Com o avanço crescente do e-commerce, será necessário um profissional que vá até a casa do usuário, pegue suas medidas com um sistema digital e faça os ajustes necessários em suas roupas e sapatos comprados na web.

14. CHIEF TRUST OFFICER: Trabalhará ao lado de equipes internas de finanças e relações públicas. Vai gerenciar e aumentar a presença pública e privada em toda a esfera financeira, e sempre trabalhar com transparência nas finanças de uma organização.

15. ANALISTA DE COMPUTAÇÃO QUÂNTICA: O profissional atuará na área de machine learning (“aprendizado de máquina”, em inglês), principalmente com a integração com o aspecto quântico.

16. SHERPA DE LOJA VIRTUAL: Sherpas ajudam escaladores a subirem montanhas. No futuro, sherpas virtuais vão guiar consumidores pelas lojas virtuais, auxiliando em compras dentro de cenários complexos.

17. CORRETOR DE DADOS PESSOAIS: Profissional será responsável por monitorar e comercializar dados de pessoas, empresas e governos deixados na internet.

18. CURADOR DE MEMÓRIA PESSOAL: Profissional consultará uma série de públicos específicos, a mídia e fontes históricas para refazer e formular experiências do passado, para reduzir o estresse ou a ansiedade que a perda de memória provoca.

19. CONSTRUTOR DE REALIDADE AUMENTADA: Ele vai projetar, escrever, criar, calibrar, construir e personalizar viagens em realidade aumentada para as pessoas.

20. CONTROLADOR DE TRÁFEGO AUTÔNOMO: Gerenciador de tráfego de veículos autônomos e de drones.

21. OFICIAL DE DIVERSIDADE: Profissional vai facilitar a rentabilidade e a produtividade de uma organização e, ao mesmo tempo, promoverá um ambiente de inclusão.

E quantas profissões desaparecerão nos próximos anos?

Maradona


Diego Armando Maradona, um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos, morreu nesta quarta-feira (25), na Argentina. O craque marcou sua vida entre a maravilha com a bola, com um trato fino nela como poucos tiveram, e as amizades questionáveis e as drogas.

Não vou escrever sobre quem foi Maradona, nem o que fez contra si, pois quem o viu jogar e o que fazia com a “pelota” sabe o que estou dizendo.

Só acho que, se tivesse tido uma vida regrada, Maradona estaria bem e em paz agora com todo o dinheiro que ganhou na vida.

Maradona morreu aos 60 anos e Pelé continua aí, com seus 80 anos.

Para mim, Pelé continua melhor.

O futebol está de luto, pois perdeu um ícone, para mim um dos 10 maiores jogadores do mundo.

Êxito nas urnas


Nesta eleição, aqui na região de Tapera (RS) e na maioria dos municípios brasileiros, quem logrou êxito nas urnas neste ano foi quem fez (bom) uso das redes sociais: Facebook, Whatsapp, YouTube, Instagram e Twitter.

Sem sombra de dúvidas, elas foram a grande vedete desta eleição, indiscutivelmente. O pessoal, inclusive os mais antigos, os conservadores, terão de se voltar obrigatoriamente para a rede mundial de computadores e as ferramentas que ela tem a oferecer e que estão fazendo a diferença em todos os setores.

As eleições de 2020 deram uma mostra do que está vindo aí. Já nas próximas, para presidente, governador, senador e deputados, em 2022, ela terá outra face, e nas municipais de 2024 mudarão novamente. Será assim daqui para frente.

Aliás, hoje em dia, toda informação que se tem vem da internet e não mais dos meios de comunicação tradicionais. Se você falar com alguém sobre onde viu ou ouviu uma informação ele te dirá de pronto que foi da internet, ou de alguma rede social. E isso acontece com todos.

É um caminho sem volta que está vindo aí. E quem se adequar a ele e fizer bom uso de tudo permanecerá na estrada.

Covid-19


Seguidamente, ouço na rua e vejo nos grupos de WhatsApp, o pessoal dizendo que as pessoas devem pegar logo o vírus da Covid-19 para ficarem imunes à doença. Eu concordo, mas me preocupa, e muito, o fato destas pessoas terem de ir para o oxigênio e não haver equipamento disponível para todos, independente da cidade que sejam levados.

Não podemos dar mole ao azar. Na dúvida, vamos nos cuidar, pois o “bichinho” continua entre nós. Ele deu uma descansada na eleição, mas está de volta em nosso meio. E veio faminto.

Voto por celular


Uma comissão no TSE será formada para avaliar a possibilidade de começar a adotar, de forma gradual, a partir de 2022, o voto pela internet.

Conforme o TSE, o objetivo é baratear o custo da eleição digital brasileira e evitar as complexidades que a cada dois anos se tem com procedimentos de licitação.

Neste ano, na cidade de Valparaíso (GO), foram colocados estandes de votação fictícia onde quatro empresas apresentaram sua tecnologia para este fim.

Para adoção do voto pela internet, empresas interessadas deverão comprovar sigilo do voto, eficiência e segurança no sistema.

Segundo o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, a cada eleição, cerca de 20% das urnas têm de ser substituídas, ao custo de R$ 1 bilhão.

Que tal votar pela internet? É, essa pandemia está mudando o mundo, de fato. Aliás, nós vamos fazer muitas coisas pela internet a partir de agora.

Câmara de Selbach


Nesta segunda-feira (23), participei da sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Selbach (RS), a primeira após a eleição.

Fazendo uso da tribuna, os vereadores se revezaram agradecendo os votos recebidos, falando da campanha e da luta para garimpar votos e parabenizando os eleitos e reeleitos e, em especial, o colega Michael Kuhn, eleito prefeito aos 35 anos.

De todas as manifestações, chamou atenção a da vereadora reeleita Dóris Schneider (MDB), que falou sobre gratidão e fazendo um relato dos 45 dias de campanha e também do que espera para o futuro do município.

O presidente Rudi Seger falou da dificuldade de se buscar votos e disse que o eleitor sabe o que quer e deixa isso bem claro quando lhe pedem voto.

Michael Kuhn, que troca o Legislativo pelo Executivo o qual comandará a partir de 01 de janeiro, informou que já está trabalhando em prol do município.

Por outro lado, a Câmara de Vereadores selbachense será interessante na próxima legislatura, com três bancadas. PP e MDB terão 4 cadeiras cada e o PL 1. Pois, com esta única cadeira, o partido estreante no município vai pautar as regras na Casa, pois do lado que se posicionar fará a diferença.

Dos 09 vereadores, 05 se reelegeram, 02 não concorreram, 01 não logrou êxito nas urnas e 01 carregará as chaves do município a partir de janeiro.

A incógnita será mesmo o posicionamento do PL, se situação ou oposição.

Aos eleitos, dos dois poderes de Selbach, votos de muito sucesso nesta empreitada, pois s

E a pandemia?


Se estamos ainda enfrentando uma pandemia e vivendo sobre decreto municipal que proíbe qualquer tipo de aglomeração no município, como se explica as aglomerações no Centro de Tapera (RS) nos sábados à noite e domingos à tarde?

É só uma pergunta.

Isso que uma motocicleta passou o final de semana todo alertando a população para evitar aglomerações.

A juventude na política


Chamou atenção nesta eleição o considerável número de jovens concorrendo em Tapera (RS). E isso não aconteceu só aqui. Aconteceu também em outros municípios da região o que é muito bom.

Agora, uma coisa que observei neste ano foi o desinteresse da juventude pela política. E o que esperar de nosso futuro se ela não está conectada a ele?

Por um lado, se os jovens não procuram a política é por que os veteranos não abrem espaço para eles e não os aproximam dela.

É preciso começar, a partir de agora, um trabalho conjunto entre veteranos e jovens com vistas ao futuro, por que as coisas acontecem muito rapidamente e o tempo não espera por ninguém. Nem por nada.

É preciso que estes jovens participem da vida pública com ideias, debates, e falar sobre política entre eles. Os jovens precisam participar da vida do seu município.

E o que será do nosso município e dos demais quando os veteranos não estiveram mais à frente do processo e a coisa toda terá de ser entregue aos jovens que não estão interessados na política?

Raros são os jovens que falam com interesse e desenvoltura sobre política e políticos. Comece a prestar atenção.

Essa eleição aqui em Tapera foi um divisor de águas com os veteranos se retirando do cenário e para a próxima os partidos tendo de colocar novas caras à disposição da comunidade.

E como se dará esse processo?