Blog do Sarico

Segunda instância


Nas principais nações do mundo, pelo menos nas livres e democráticas, a prisão em segunda instância é uma realidade, sendo exceção o Brasil, cujo sistema legal e jurídico deixa a desejar.

Nos outros países, a pessoa que comete algum crime vai para a cadeia na primeira instância e aguarda presa todos os recursos. Por que aqui tem de ser diferente? Quem ganha com isso? Não sei quem ganha, mas sei quem perde.

Nos EUA, para se ter uma ideia, 70% dos processos são decididos no município (primeira instância), 20% no Estado (segunda instância) e apenas 10% segue para a Suprema Corte, em Washington (terceira e última instância).

Se nos EUA e em outros países as coisas funcionam (e bem), por que seguimos na contramão?

A lei precisa defender o povo e o País. Jamais os bandidos.



Comente


*